Parque Guell, Barcelona e Sagrada Família

Quando estive na Europa no fim de 2016, realizando o sonho do Curso desejado experimentei outros sonhos, conhecendo locais no mínimo encantadores… Minhas palavras hoje são de incentivo, de coragem, de convite à mudança e já digo que eu mesma serei a primeira a me beneficiar com estas recordações aqui!

Sem nunca ter saído do país, encarei sozinha esta experiência, tudo por minha conta e risco. Empolgação no topo!! Me preparei e com mil dúvidas e receios pipocando na cabeça, fui… Fiz algumas aulas de espanhol… Achei que não me comunicaria… não me entenderiam, mas fui! De forma inacreditável, estava eu compreendendo o espanhol e me fazendo ser entendida, quando estive na Espanha.

 

 

 

França

Uma grande amiga me recepcionou em Paris, eu só sabia dizer: bonjour, bonsoir, bonnuit… Arrisquei meu inglês guardado na gaveta desde meu segundo grau a todo instante! Cheguei a receber elogios porque começava os diálogos dizendo: I don’t speak english… e no fim, conversava muito e entendia muito! Se tivesse um intérprete ali do meu lado, não teria me virado e exercitado tanto!

Foram 25 dias praticamente sozinha… Dias que me exigiram coragem e persistência! Com conhecimento, experiências e vivências retornei com a bagagem repleta de boas lembranças e a certeza de que eu posso e posso realizar ainda mais! Logo, eu afirmo, nós podemos buscar vida em abundância, só depende de nós mesmos! Parafraseando Paulo Vieira, tudo o que não é abundância em nossa vida é disfunção. E toda disfunção merece ser tratada!

 

 

Hoje, neste Post resolvi compartilhar esta história pessoal porque entendo que tudo o que é real sempre nos

contagia e nos faz acreditar nesta força contagiante de transformação íntima, não é utópico, é real e possível de se fazer e alcançar também!

Vá com medo, mas vá!

Cada um tem a vida que merece então mude pensamentos, atitudes e você mudará sua vida e os resultados que espera dela!

E você? Já passou por uma experiência de coragem? Compartilhe conosco!